Interpretação técnica para a cadeia de suprimentos médicos GIRP

This post is also available in: Inglês Francês Italiano Espanhol Alemão

Em um grande congresso multilíngue com jargão técnico farmacêutico, o serviço de interpretação simultânea da Cultures Connection forneceu a solução.
A Cultures Connection participou do quarto evento Supply Chain Conference em Cannes, organizado pela European Healthcare Distribution Association (GIRP, na sigla em francês), com o objetivo de trazer ideias transformadoras para a distribuição farmacêutica. Debruçada sobre o mar, com um público internacional especializado, a Cultures Connection prestou um serviço de interpretação simultânea inglês-chinês focado em novas soluções para a gestão do transporte de produtos, especialmente os sensíveis à temperatura.

O congresso realizado pela Associação sobre a cadeia de suprimentos de produtos de saúde é um evento essencial para a área. Sua primeira edição foi realizada em 2016 como um fórum de colaboração, parceria e intercâmbio entre mais de 750 empresas farmacêuticas de 33 países europeus e as principais empresas de distribuição internacionais e pan-europeias que integram a organização. Atualmente, o evento consolidou-se como um importante ponto de encontro, com palestras, workshops e treinamentos que focam no desenvolvimento e fornecimento de produtos e serviços médicos inovadores e eficazes para melhorar o bem-estar dos pacientes em toda a Europa.

Nos dias 28 e 29 de março, especialistas em equipamentos farmacêuticos se reuniram com executivos, distribuidores e fabricantes da cadeia de suprimentos e inspetores de melhores práticas de todo o mundo, para discutirem as principais questões do setor no Hôtel Barrière Le Gray d’Albion, em Cannes.

A área médica é nossa especialidade

Interpretar conteúdo médico é muito semelhante a fazer uma cirurgia em um discurso. Cada especialidade exige um intérprete muito bem preparado, e cada expressão técnica requer um conhecimento profundo da área em questão. O desconhecimento do jargão ou das diferentes áreas em um campo específico leva a problemas de compreensão das mensagens que um palestrante deseja transmitir.

A particularidade do setor de distribuição de produtos para a saúde é que este se relaciona a um amplo leque de especialidades médicas. Deve-se dominar, por exemplo, a terminologia de áreas como logística, tecnologia, química e negócios.

Junling – uma das intérpretes que trabalhou no evento – explica que, para transmitir com precisão as mensagens dos palestrantes, ela fez um extenso trabalho de preparação, a fim de compreender plenamente os tópicos: “Fiz um profundo estudo prévio do setor criando bases terminológicas especificas para cada palestra.”

“Os palestrantes têm sotaques diferentes, no entanto, nenhuma informação podia ser deixada de fora, portanto tivemos que fazer o nosso melhor pra entender todas as falas. Os sotaques e os ritmos de fala podem ser desafiantes, você tem que entender o contexto e a lógica do que está sendo dito e resumir a mensagem pretendida pelo palestrante”, diz Junling, formado em tradução e interpretação de negócios pela Universidade de Surrey.

No congresso em Cannes, empresas de produção e distribuição farmacêutica falaram sobre como o atendimento ao paciente está cada vez mais personalizado, devido a necessidades e tratamentos específicos. Isso requer uma reformulação do transporte de medicamentos, a fim de manter um serviço eficaz e rentável.

Eles investigaram as complexidades da logística de produtos que requerem uma cadeia de frio, o impacto da constante evolução tecnológica em todas as etapas do processo de distribuição e as boas práticas entre os atores participantes.

Houve também um debate interessante sobre o Brexit e suas possíveis consequências políticas e econômicas na distribuição de medicamentos no Reino Unido. Autoridades de inspeção na Espanha, Bélgica, Irlanda e Áustria discutiram as diretrizes de boas práticas para o processo de distribuição e deram seus pontos de vista. Os especialistas também discutiram como o Blockchain pode ser transformado em uma rede de banco de dados segura e eficiente para o setor de suprimentos.

Como é habitual neste tipo de evento, os intérpretes da Cultures Connection trabalharam numa cabine insonorizada, ouvindo os discursos por meio de auscultadores e interpretando-os em tempo real. “Trabalhamos na cabine com console de intérprete compartilhado, equipamento de áudio e tela por dois dias consecutivos. Tudo foi fornecido pelo cliente”, afirma Junling.

Este é o tipo de interpretação mais utilizado para palestras e conferências de grande porte, pois economiza muito tempo. Assim, ao longo dos dois dias em Cannes, as centenas de participantes puderam ter uma visão clara das principais tendências da cadeia de abastecimento farmacêutico, independentemente de suas línguas maternas.

Tradução para o português: Mariana Altenbernd

Conheça nossos serviços de interpretação.